terça-feira, 15 de junho de 2010

Montemor recebe convívio de Dadores de Sangue

Montemor-o-Velho, “coração” do Baixo Mondego, vai receber, dia 27 de Junho, o Convívio de Dadores de Sangue.

A celebração da Eucaristia é um dos pontos altos do XXVI Convívio Nacional de Dadores de Sangue e XV Aniversário da FAS – Portugal, organizado pela Associação de Dadores de Sangue e Apoio Social do Baixo Mondego (ADSBM), instituição de solidariedade social para a área da saúde (II Série D.R. de 03.08.2009, n.º 148) que, desde a sua constituição, sempre mereceu o carinho do prelado de Coimbra.
Solidária com o lema “dar sangue é dar vida”, a Diocese de Coimbra, através do seu Bispo, D. Albino Cleto, junta-se, mais uma vez, a este movimento fraterno, para testemunhar “o amor entre os irmãos” porque “dar sangue é dar vida” e motivar os cidadãos para “a dádiva benévola e anónima de sangue, num gesto altruísta, que é um dos mais elevados valores da sociedade”.
A iniciativa, que à semelhança de anos anteriores vai ter a presença de mais de 4000 participantes, tem o apoio do Instituto Português do Sangue, Governo Civil de Coimbra, Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Associação de Dadores de Sangue de Portugal e algum tecido económico. Depois da eucaristia, ainda no castelo, terá lugar uma sessão solene, com intervenções alusivas aos momentos comemorativos e entrega da “gota de cristal” aos dadores com mais de cem dádivas. Um desfile das associações/grupos de dadores presentes (do castelo ao parque de campismo), a inauguração de uma placa alusiva às efemérides (no jardim municipal), um almoço-convívio e tarde de animação cultural e recreativa fazem parte do programa deste encontro nacional de dadores de sangue.
De registar que a Associação de Dadores de Sangue e Apoio Social do Baixo Mondego tem por objectivo primordial, na área da saúde, a prestação de cuidados médicos e de transportes de doentes, sinistrados e idosos; angariação de potenciais dadores para recolha de sangue através de dadores voluntários, para entrega em instituições ou entidades de saúde que dele necessitem. Tem ainda como objectivos secundários, o apoio social na área do apoio domiciliário, formação profissional a desempregados e jovens, campanha de sensibilização no domínio da saúde pública e promoção da cidadania nas suas múltiplas vertentes.

1 comentário:

  1. Olá, eu tambem lá vou estar.
    Vai ser fixe
    Abraços
    A. R.

    ResponderEliminar

verride.blogspot.pt